Vendas da agricultura familiar serão em formato drive-thru na Expointer 2020

A tradicional Feira da Agricultura Familiar na Expointer, que em 2019 foi a maior da história com expositores do Rio Grande do Sul e de outros Estados e vendeu mais de R$ 4,5 milhões, este ano está diferente. Mais enxuta, com novas formas de comercialização e também virtual.

Com a pandemia causada pelo coronavírus, os protocolos de saúde e as regras de distanciamento social impuseram um novo modelo. A feira no Pavilhão da Agricultura Familiar vai funcionar de 26/9 a 4/10 no formato drive-thru, com os consumidores dentro do carro fazendo suas compras atendidos pelos agricultores familiares. A Feira da Agricultura Familiar é uma parceria da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS).

“Com a concretização do plano de realizar a Expointer de forma digital, logo nos preocupamos em darmos espaço aos agricultores familiares que, em virtude da pandemia, foram muito prejudicados com o cancelamento de diversas feiras no Estado. As opções de drive-thru e plataforma digital são inovações necessárias para que pudéssemos dar este importante espaço aos produtores familiares. Estamos muito otimistas com os resultados das vendas durante a feira”, afirma o secretário Covatti Filho.

“É uma novidade positiva, estamos precisando nos reinventar neste novo cenário. Estamos tomando todos os cuidados. Fechamos um protocolo com as regras de distanciamento, o uso de máscaras, luvas e testes de Covid-19 para os feirantes, tudo para garantir a segurança de todos e minimizar os riscos”, afirma o subsecretário do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, José Arthur Martins.

Vão ser 55 empreendimentos, divididos em 52 estandes, que vão atender os visitantes com produtos como salames, queijos, panificados, cachaças, sucos, vinhos, mel e artesanato, produzidos em diversas regiões do Estado. Para o presidente da Fetag-RS, Carlos Joel da Silva, havia a necessidade de ser feita uma ação para trazer alento a agroindústrias familiares. “O formato de drive-thru foi o que entendemos ser o mais adequado para o momento em virtude da pandemia. Esperamos ter um grande evento”, acrescenta.

Como vai funcionar

O acesso ao Parque de Exposições Assis Brasil se dará pelo portão 1, exclusivamente para veículos, e será gratuito. Após a entrada, os visitantes seguirão até o Pavilhão da Agricultura Familiar, onde os produtores atenderão os visitantes sem que estes desçam dos veículos, o que será proibido.

Os estandes estarão separados de forma com que duas agroindústrias fiquem lado a lado, permitindo com que os veículos estacionem em frente e sejam atendidos pelo expositor. Após o atendimento, o veículo poderá se dirigir até o próximo estande, podendo aguardar a liberação de vaga. O fluxo de veículos no pavilhão será controlado para evitar superlotação no local.

Outra possibilidade para comprar da agricultura familiar, caso o consumidor não possa ir ao parque, é acessar alguns dos produtos disponíveis na plataforma do evento e combinar formas de pagamento e retirada com o próprio fabricante.

A plataforma digital

Os produtores que tiverem interesse em divulgar os seus produtos na plataforma digital da Expointer 2020 e que estiverem inscritos no PEAF (Programa Estadual de Agroindústria Familiar) podem enviar a documentação para as suas entidades representativas ou para os escritórios municipais da Emater em todo o Estado. A Divisão de Agroindústria Familiar da Seapdr vai analisar os documentos, o status da DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf) e o licenciamento sanitário para habilitar o acesso à plataforma das agroindústrias interessadas. O prazo termina na próxima quarta-feira (23/9).

Contatos:

Fetraf-Sul: (51) 98304-3976

Divisão de Organização das Agroindústrias Familiares/Seapdr: (51) 3218-3356 e 3218-3353 ou email: agroindustria@agricultura.rs.gov.br

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp