Tele-entrega de drogas é desarticulada pela Polícia Civil

O Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) desarticulou um esquema de tele-entrega que fornecia drogas em cidades da região metropolitana. A ação ocorreu no final de semana em Alvorada. Dois homens foram presos.

De acordo com a Polícia Civil, o esquema funcionava como se fosse uma empresa: o responsável pelo depósito e pela venda das drogas havia até contratado um entregador para fazer as entregas.

Grande parte das vendas eram feitas em grupos de WhatsApps e as drogas eram vendidas em festas da capital e da região metropolitana. Centenas de comprimidos de ecstasy e pontos de LSD, além de balanças de precisão, dinheiro e material para embalar a droga foram apreendidos.

Também foram apreendidas diversas porções de maconha, a maioria já embalada para a venda. A droga era conhecida como Camarão, pois chegava a custar 50 reais o grama.

Um dos presos era responsável pelo local e o outro era um contratado para fazer as entregas. A ação integra a estratégia da Polícia Civil de intensificar a presença do estado em áreas conflagradas em razão do tráfico de drogas. O Denarc conta com um Disque-Denúncia para a população relatar casos semelhantes pelo número 0800-518518.