Soltura de criminosos que estavam presos contribuiu para o aumento de homicídios no RS

Um levantamento do Departamento de Inteligência da Segurança Pública (Disp) da Secretaria de Segurança Pública aponta que a soltura de criminosos que estavam presos contribuiu para o aumento no número de homicídios. As libertações ocorrem durante a vigência da recomendação nº 62 do Conselho Nacional de Justiça, que “recomenda aos tribunais e magistrados a adoção de medidas preventivas à propagação da infecção pelo novo coronavírus (Covid-19) no âmbito dos sistemas de justiça penal e socioeducativo”.

Somados os meses de março, abril e maio, o número de detentos beneficiados com concessões de liberdade aumentou de 10.112 no ano passado para 15.334 neste ano. “A saída de criminosos, muitas vezes, mobiliza rivalidades entre grupos, abre disputas na hierarquia dos bandos e desencadeia ataques encomendados para acerto de contas”, afirma a SSP.

Gráfico de presos soltos e assassinados entre março e maio e impacto no número de homicídios no mês.

Entre as 154 vítimas de homicídio no RS em maio, 13 eram indivíduos que estavam presos e ganharam liberdade, o que representa 8,4% do total de assassinatos no Estado. Caso essas mortes não tivessem ocorrido, o número de homicídios no mês teria sido de 141, o que representaria queda de 2,8% sobre os 145 registrados em maio do ano passado.

Desde a chegada da pandemia no Rio Grande do Sul, em março, até o final de maio, 40 presos que ganharam liberdade foram assassinados. O número representa alta de 90% sobre os 21 presos que tiveram liberdade concedida e foram mortos no mesmo período do ano anterior.

PRESOS QUE GANHARAM LIBERDADE E ACABARAM VÍTIMAS DE HOMICÍDIOS EM MAIO NO RS
HomicídioCasa prisionalCrime cometidoData de saídaData da morteCidade da morte
Vítima 1Presídio Regional de Santa Cruz do SulViolência doméstica20/31º/5Santa Cruz do Sul
Vítima 2Penitenciaria Estadual de Arroio dos RatosPorte ilegal de
arma de fogo
21/32/5Porto Alegre
Vítima 3Penitenciaria Estadual de Santa MariaFurto qualificado tentado26/37/5Santa Maria
Vítima 4Penitenciaria Estadual de Canoas IVPorte ilegal de
arma de fogo
7/47/5Canoas
Vítima 5Presídio Regional de Pelotas
Hamilton da Cunha Goncalves
Porte ilegal de
arma de fogo
3/47/5Pelotas
Vítima 6Cadeia Pública de Porto AlegreTráfico de drogas12/313/5Alvorada
Vítima 7Penitenciaria Estadual de Caxias do SulRoubo23/314/5São Marcos
Vítima 8Cadeia Pública de Porto AlegreViolência doméstica20/315/5Porto Alegre
Vítima 9Penitenciaria Estadual de Canoas IViolência doméstica20/317/5Porto Alegre
Vítima 10Penitenciaria Modulada
Estadual de Charqueadas
Tráfico de drogas23/317/5São Leopoldo
Vítima 11Cadeia Pública de Porto AlegreHomicídio
qualificado tentado
19/519/5Porto Alegre
Vítima 12Penitenciaria Estadual de Canoas IViolência doméstica12/322/5Parobé
Vítima 13Cadeia Pública de Porto AlegreRoubo majorado13/529/5Alvorada

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp