Sicredi destina cerca de R$ 90 mil para projetos em Panambi

A Sicredi das Culturas RS/MG realizou na noite de sexta-feira, 31, a divulgação dos projetos contemplados no ciclo 2020/2021 do Programa Empreender para Transformar (PET). Dos 320 projetos inscritos, 190 foram aprovados. No total, serão beneficiadas 149 entidades sem fins lucrativos da região de atuação da instituição financeira cooperativa, totalizando R$ 486 mil em recursos investidos em iniciativas culturais, esportivas, sustentáveis e de educação. Em Panambi serão mais de R$ 90 mil destinados para a realização de 35 projetos.
A divulgação dos contemplados no programa foi realizada através da Live: “Seja você a mudança que quer ver no mundo”, com Iara e Eduardo Xavier, os chamados “Caçadores de Bons Exemplos”. Cansados de notícias ruins, em 2011 o casal saiu em uma viagem pelo mundo em busca de iniciativas positivas, e desde então percorreram mais de 1 milhão de quilômetros catalogando mais de 6.107 projetos por todos estados brasileiros e em 12 países. A Live foi transmitida nas redes sociais da Sicredi das Culturas RS/MG, com a condução da gerente de Comunicação e Marketing da cooperativa, Vanessa Goi Wender Heusner.
O valor destinado para este programa é oriundo de parte do resultado da instituição financeira cooperativa em seu exercício anterior. A partir desta inciativa, a Sicredi das Culturas RS/MG busca contribuir para o desenvolvimento humano, bem como, promove os valores e princípios do cooperativismo junto às comunidades através do fomento a ações sustentáveis e locais. Durante os meses de maio e junho, todos os projetos inscritos foram avaliados por uma comissão específica composta por coordenadores de núcleo e gerentes das agências. Os projetos aprovados por esta comissão também foram validados em reunião do Comitê Estratégico de Cooperativismo e Governança e pelo Conselho de Administração da cooperativa.
“O PET vem crescendo cada vez mais e a cada novo ciclo conseguimos ajudar mais entidades a realizarem seus projetos e iniciativas. Neste momento mais complexo que estamos vivendo, esperamos que os recursos do programa possam auxiliar ainda mais estas instituições a fomentarem suas iniciativas, colaborando para o desenvolvimento local e da sociedade como um todo”, ressalta Vanessa, destacando o Programa Empreender para Transformar como um dos principais programas sociais realizados pela cooperativa.
A partir de agora a Sicredi das Culturas fará o acompanhamento do desenvolvimento destes projetos. O valor já está disponível para as entidades, que posteriormente devem fazer a comprovação da utilização. Mais informações sobre o Programa Empreender para Transformar podem ser acessadas no site sicredi.com.br/culturasrsmg, ou através do e-mail coop0361_pet@sicredi.com.br.
Entidades contempladas pelo PET em Panambi: ACPM Escola Madalena, ACPM Madre Paula Montalt, ACPM Escola Primeiros Passos, ACPM Escola 21 de Abril, ACPM Escola São João Batista, ACPM Escola Pingo de Gente, ACPM Emei Amor Perfeito, ACPM Emei Raio De Sol, Associação de Voluntários Casa de Passagem, Associação Educacional e Cultural Inspira Som, CPM Emei Sonho e Fantasia, Grêmio Desportivo Panambi, Missão Evangélica União Cristã, Sociedade Cultural e Recreativa Ocearú, ACPM Escola Presidente Costa E Silva, Amar de Panambi, ACPM Emei Gente Miúda, Associação Clube Esportivo Cometa, Apae de Panambi, CPM Poncho Verde, CTG Tropeiro Velho, DTG Poncho Verde, CPM Emei Bem Me Quer, CPM Escola Adolfo Kepler, Igreja Batista de Arco Íris, Liga Feminina de Combate ao Câncer de Panambi, Congregação Evangélica Luterana Cristo e Grupo Escoteiro Gustav Kuhlmann.
Entidades contempladas pelo PET em Condor: Associação Semeando o Amanhã, Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Condor, CPM da Escola Bruno Laux, CPM Emei Sonho Feliz, Esporte Clube Greminho de Condor, Liga Feminina de Combate ao Câncer de Condor e Sociedade Hospital Beneficente de Condor. Serão cerca de R$ 24 mil destinados para a realização de projetos.
Entidades contempladas pelo PET em Bozano: CTG Passo do Bozano, CPM da Escola Pedro Costa Beber e CPM da Escola Estadual São Pio X. Serão cerca de R$ 7 mil destinados para a realização de projetos.

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp