Secretaria da Saúde de Panambi distribui tablets para Agentes de Saúde

Texto e fotos: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Panambi

Uma iniciativa bem útil para a população ajudará a economizar papel e ganhar tempo

Os 69 Agentes Comunitários de Saúde de Panambi receberam da Secretaria da Saúde novos equipamentos que ajudarão a melhorar o atendimento à população. Cada profissional recebeu um tablet que utilizará no dia a dia, nas visitas às famílias, onde farão os registros e enviarão mais rapidamente as informações sobre a saúde dos cidadãos pra rede do Ministério da Saúde. Com o tempo os tablets também poderão ser utilizados para mostrar vídeos e dar orientações de saúde para os panambienses.

Os Agentes Comunitários de Saúde conversam sobre a saúde da família visitada e orientam sobre os serviços públicos. “É maravilhoso, pois se a gente tem alguma dúvida ela auxilia a gente”, comentou uma cidadã que não quis se identificar.

Nos equipamentos, que são um pouco maiores que celulares, os agentes farão os registros das visitas em um aplicativo específico da Secretaria da Saúde de forma off-line, e depois conectarão a internet, transmitindo as informações para a rede integrada com o Ministério da Saúde.

“Serão menos coisas para o agente carregar, pois antes eram levadas todas as fichas, materiais, e agora o tablet e a tecnologia vem para facilitar”, disse o Secretário da Saúde e Vice Prefeito Francisco Pereira da Costa.

“A tecnologia vem como um avanço, pois o que nos interessa é a prestação do serviço ao cidadão panambiense. Estamos informatizando para agilizar o atendimento e ter uma melhor gestão das informações” afirmou o prefeito Daniel Hinnah.

As Agentes de Saúde receberam os tablets com curiosidade e estarão recebendo orientações e fazendo a transição para a nova forma de atendimento durante o mês de dezembro.

Além destes tablets, a Administração Municipal investiu na aquisição de 12 computadores, um para cada ESFs, ampliou a memória do servidor informatizado da rede da prefeitura e disponibilizou uma impressora em cada posto de saúde, para essa nova fase no atendimento ser mais ágil e qualificado. O investimento nessas tecnologias foi de R$ 90 mil.