PRF salva mulher de feminicídio e prende autor do crime em Uruguaiana

No início da madrugada desta sexta-feira (12), Dia dos Namorados, a Polícia Rodoviária Federal salvou uma mulher e prendeu o acusando quando ele tentava matá-la. Os policiais ficaram sabendo do ocorrido pelo 191, sendo possível ouvir os gritos de uma mulher que vinham de perto de um carro estacionado no acostamento da BR-290, próximo a um posto de combustível, em Uruguaiana.

Os Policiais Rodoviários Federais deslocaram imediatamente, e chegando ao local avistaram o carro e ouviram os gritos de socorro da vítima. Os agentes federais então procederam à abordagem e ordenaram ao indivíduo que se rendesse, o qual não obedeceu e foi para cima dos policiais com a arma do crime, uma chave de fenda de tamanho grande. O criminoso ao se ver cercado foi em direção ao seu veículo tentando fugir da cena. Mas, em seguida, os policiais conseguiram contê-lo, já ao lado do carro, impedindo que ele, com visíveis sinais de embriaguez, conduzisse o veículo em fuga, gerando mais perigo a toda a população. O homem ainda confessou várias vezes aos policiais que iria matar a mulher.

A mulher foi encontrada deitada num terreno ao lado da rodovia. Ela estava seriamente ferida, com o rosto desfigurado, cabelo ensanguentado e um grande ferimento aberto na parte de trás da cabeça. Com muita dificuldade, conseguiu dizer que o criminoso também havia tentado afogá-la numa vala próxima. Ainda segundo ela, eles tinham um relacionamento de alguns meses, e após passarem a tarde e a noite bebendo, ele mexeu no celular dela. Houve um desentendimento por ciúmes da parte dele e ele começou a agredi-la, colocando-a em seguida no carro e levando-a para a rodovia, onde foram encontrados pela PRF.

A mulher, de 46 anos, foi atendida pelo SAMU com vida e levada para posteriores cuidados médicos. O homem, de 49 anos, foi preso em flagrante e encaminhado à área judiciária. O veículo e a arma foram apreendidos e ficarão à disposição da justiça.

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp