Prefeito de Lajeado anuncia fechamento total após aumento de casos de Covid-19

Após a confirmação de mais sete casos positivos de coronavírus, o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, anunciou na noite de terça-feira (28) o fechamento total fechamento total do comércio e da indústria, incluindo frigoríficos, lojas de conveniência e bares. Somente os serviços estritamente essenciais, como mercados e farmácias, poderão funcionar.

“Em decorrência desse número de casos que tem aumentado, e aumentando a circulação de pessoas da cidade, vamos tomar medidas rígidas, com bloqueio de praticamente todas as atividades”, afirmou Marcelo. Com os últimos registros, chega a 63 o número de casos confirmados e três óbitos. Há 22 casos em análise e outros 416 possíveis infectados.

Todas as informações estarão no decreto municipal que será publicado nesta quarta-feira. As restrições passam a valer a partir da noite de quinta-feira (30/04) até a manhã de segunda-feira (04/05). Entre as regras, está a proibição do consumo de bebidas alcoólicas em qualquer espaço público de Lajeado.

Em vídeo nas redes sociais, Caumo ressalta a preocupação quanto aos pacientes que necessitam de atendimento na Unidade de Tratamento de Intensivo (UTI). Na segunda-feira, os leitos da UTI Covid do Hospital Bruno Born atingiram a capacidade máxima. “Estamos “Os treze leitos [de UTI Covid] estão chegando ao limite. Estamos trabalhando para buscar a ampliação destes leitos de UTI. E vamos ampliar o número de quartos de internação e caso seja necessário temos a Univates”, afirmou.

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp