Polícia deflagra Operação Harpócrates em Tupanciretã

Nesta quinta-feira (23), a Polícia Civil deflagrou a operação Harpócrates no município de Tupanciretã, com o objetivo de efetuar a prisão temporária de três indivíduos envolvidos na morte e ocultação de um homem de 50 anos no Bairro Pedreira 2 no início do mês passado.

O crime ocorreu na noite do dia 6 de junho, por volta das 20h. A vítima foi morta com ao menos três disparos de arma de fogo. O corpo teria sido levado dois dias depois até uma sanga, próxima do local em que foi morto, e foi parcialmente queimado.

Conforme a polícia, o homicídio teria sido motivado pelo histórico criminal da vítima, autor de diversos delitos patrimoniais, e o tráfico de drogas.

Foram cumpridas sete ordens judiciais, entre três mandados de prisão temporária e quatro mandados de busca e apreensão na cidade de Tupanciretã.

De acordo com a polícia, o homem responsável pelo disparos não foi localizado. Porém, dois homens responsáveis pela ocultação e queima do corpo foram presos temporariamente por 30 dias. Um dos presos tem 38 anos e antecedentes policiais por estupro de vulnerável, porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal; já o outro tem 60 anos e antecedentes policiais por furto simples (dez vezes), homicídio em legítima defesa, homicídio na forma tentada (duas vezes), furto qualificado (três vezes), lesão corporal (quatro vezes) e roubo majorado (quatro vezes).

Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão no bairro Pedreira 2, foram apreendidos em uma residência pertencente ao foragido e que estava seu filho: 37 pedras de crack; e, R$ 83,45 em dinheiro fracionado.

O jovem de 21 anos foi preso em flagrante por tráfico de drogas e possui antecedentes por roubo majorado (cinco vezes), furto qualificado, porte de arma de fogo, receptação e homicídio na forma tentada.

A operação contou com o apoio das Delegacias de Polícia de Júlio de Castilhos, 2ª e 3ª Delegacias de Santa Maria e Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de Santa Maria.

Maiores informações sobre a operação podem ser verificadas com a Delegacia de Tupanciretã com o Delegado responsável Adriano Winkelmann pelo telefone: 55 3272-1951

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp