Polícia Civil pede colaboração para esclarecimento de crimes

As recentes mortes e roubos registrados entre os municípios de Vista Alegre, Taquaruçu do Sul e Palmitinho fizeram a Polícia Civil (PC) vir a público prestar esclarecimentos à população e solicitarem apoio da comunidade para resolutividade dos crimes. Em coletiva de imprensa realizada na Delegacia de Polícia (DP) de Taquaruçu do Sul, o órgão solicitou colaboração da população e atualizou informações sobre a criminalidade na região.
Diante dos microfones, o delegado regional da PC, Carlos Beuter, anunciou um número de telefone celular para o qual a população pode contatar, através de aplicativo de mensagens Whatsapp, quando tiver informações sobre eventuais crimes. “Esse número não é para registro de ocorrências, é exclusivamente para denúncias, informações que possam nos ajudar. Está 24 horas no ar”, frisou Beuter.
Número do canal “Denuncie” – (55) 9-8437-7806
Segundo Beuter, “muitas pessoas que podem ter depoimentos chave para esses crimes não querem falar, estão se omitindo. Precisamos que todos sejam cidadãos e falem, pois isso ajudará as suas próprias comunidades”, ressaltou o delegado. Ainda conforme ele, o canal “Denuncie” garantirá o sigilo absoluto da fonte.
Dificuldade em obter provas
O apelo de Beuter foi enfatizado pela delegada Cristiane Van Riel, das DPs de Palmeira das Missões, Palmitinho e Vista Alegre. O fato dos crimes terem ocorrido em ambiente rural significam que há dificuldade em encontrar provas e até testemunhas.
Van Riel ainda comentou sobre o andamento de todos os casos recentes ocorridos nos municípios vizinhos. Entre os apontamentos feitos pela delegada está o fato de que a morte do empresário Leo Sponchiado, ocorrida após ação criminosa em Vista Alegre, tenha relação com o furto de um veículo ocorrido no mesmo município, horas depois, também no interior.
Questionada sobre o andamento do caso da investigação da morte da enfermeira Camila Centenaro, Van Riel afirmou que o processo corre em segredo de justiça, e que não pode dar detalhes sobre as investigações. Disse ainda compreender a manifestação programada pela comunidade vista-alegrense para ocorrer na segunda-feira, 9, que relembra a morte da enfermeira.
Furtos na região
Sobre ocorrências de furtos registradas na região recentemente, Beuter afirmou que possivelmente a região vem sofrendo com um fenômeno que ocorre em todo o Estado, conforme ele. “Alguns furtos a gente já conseguiu comprovar que foram realizados a mando de presos do Presídio de Frederico Westphalen, que estão lá dentro e ordenam. Não é uma peculiaridade daqui, ocorre em todas as outras regiões”.
Sobre formas de se prevenir de furtos em zonas rurais, Beuter e Van Riel destacaram a formação de redes de comunicação entre vizinhos, instalação de sistemas eletrônicos de monitoramento, cercamento de pátios e uso de cães nas propriedades. “São medidas que ajudam, é o básico, tanto na área urbana quanto na área rural, os criminosos irão preferir lugares com menos segurança”, destacou.

Fonte: Alto Uruguai

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp