Polícia Civil busca foragidos acusados de intimidar moradores e intimidar políticos em Jaboticaba

A Polícia Civil de Jaboticaba, com apoio de outras delegacias da 14ª Delegacia de Polícia Regional do Interior, além de policiais militares do 39º Batalhão Policial Militar, realizaram uma ação no município de Cerro Grande na manhã deste domingo (25) para dar cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva, expedidos pela Justiça Eleitoral de Rodeio Bonito. Policiais civis de Panambi participaram da ação.

A investigação apura a prática de crimes de associação criminosa armada, porte ilegal de arma de fogo, disparo de arma de fogo, ameaça, lesão corporal e coação eleitoral.

Conforme a polícia, os investigados estariam intimidando moradores da cidade e impedindo que adversários políticos façam campanha no município, empregando violência e grave ameaça com emprego de armas de fogo.

Nas buscas, foram apreendidos celulares e um veículo WV/Golf blindado. Os indivíduos que possuem mandado de prisão preventiva não foram localizados e se encontram na condição de foragidos.

Na noite deste sábado (24), uma mulher acabou sendo baleada. Informações preliminares dão conta que a vítima estava em um veículo Vectra que se envolveu em uma troca de tiro com pessoas que estavam em outro Vectra. Os dois carros foram abandonados. A Polícia Civil ainda investiga os fatos. “Esse fato vai ser apurado, mas está dentro desse contexto de acirramento de disputas políticas que levaram a essa situação. Ontem teve troca de tiros, uma prisão em flagrante por porte de arma de fogo”, afirmou o delegado de polícia de Jaboticaba, Gustavo Fleury. Policiais civis de Panambi participaram da ação.

A Polícia Civil divulgou as fotografias e as identidades dos foragidos para auxiliar na na localização dos investigados. Informações sobre os suspeitos podem ser encaminhadas aos órgãos de segurança pública ou por meio do DENUNCIE da 14ªDPRI, (55) 984288661.

Da esquerda para a direita: Ezequiel de Souza Dias, Edson Antunes de Souza e Edimar Antunes de Souza.

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp