Panambi entra na bandeira laranja no Distanciamento Controlado

Na nova atualização do Distanciamento Controlado, a região de Ijuí, da qual Panambi e Condor fazem parte, saiu da bandeira amarela, de baixo risco, para a laranja, de risco médio.

A nova bandeira é válida a partir de segunda-feira (8/6) até o próximo domingo (14/6).

Nesta classificação, a região encontra-se em um dos dois cenários: ou há média capacidade do sistema de saúde e baixa propagação do vírus ou alta capacidade do sistema de saúde e média propagação do vírus.

De acordo com o Governo do Estado, embora tenha apresentado melhora em três indicadores sobre a propagação da doença, a situação na região de Ijuí se agravou na última semana em outros cinco pontos que são medidos pelo modelo.

Entre elas, a variação do número de novas hospitalizações por Covid-19 (passando de um na semana anterior para cinco nesta semana) e a razão entre casos ativos e recuperados são indicadores que atingiram o grau mais extremo.

A região ainda registrou aumento de novas hospitalizações e na incidência de novos óbitos no comparativo com a população, bem como viu reduzir os leitos de UTI disponíveis para atender pacientes com Covid-19.

“Panambi e toda região mudou para a bandeira laranja, principalmente porque a quantidade de hospitalizações por síndromes respiratórias e pelo número de casos ativos de Covid-19 na região ter aumentado, com velocidade, nos últimos dias. Precisamos redobrar os cuidados. População deve estar consciente de que a prevenção de cada um deve ser mantida e até aumentada”, afirma o prefeito Daniel Hinnah.

“Lembro, ainda, que os ambientes fechados aumentam as chances de contágio. Então, precisamos deixar os ambientes ventilados.”

Atualmente, 19 dos 26 leitos de UTI da região estão ocupados. No entanto, nenhum dos pacientes está infectado com Covid-19 ou apresenta suspeita.

Até esta sexta-feira (5), a região registrava 56 casos e dois óbitos – um em Santo Augusto e outro em Condor.

Restrições

Com a nova classificação, há mais restrições ao comércio. Para verificar as novas regras para o seu estabelecimento, basta acessar o portal do Distanciamento Controlado: https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br/

Em seguida, selecione o município de Panambi e selecione o seu setor econômico.

A Rádio Sulbrasileira realizará um resumo com as principais alterações.

Na quinta rodada do Distanciamento Controlado, houve predomínio da bandeira laranja: 16 das 20 regiões estão nesta classificação.

Além da região de Ijuí, Santa Rosa e Santa Cruz do Sul saíram da amarela e foram para a laranja.

A região de Pelotas foi a única a apresentar melhora, reduzindo de laranja para amarela. Também encontram-se nesta classificação Bagé, Cachoeira do Sul e Taquara.

Principais dados da quinta rodada

No território gaúcho como um todo, a atualização do modelo de Distanciamento Controlado trouxe as seguintes alterações:

• O número de novos registros de hospitalizações síndrome respiratória aguda grave (SRAG) de confirmados Covid-19 diminuiu 13% entra as duas últimas semanas (277 para 241);

• O número de internados em UTI por SRAG aumentou 4,9% no Estado entre as duas últimas sextas-feiras (267 para 280);

• O número de internados em leitos clínicos com Covid-19 no RS aumentou 8,2% entre as duas últimas sextas-feiras (207 para 224);

• O número de internados em leitos de UTI com Covid-19 no RS aumentou 11,8% entre as duas últimas sextas-feiras (153 para 171);

• O número de leitos de UTI adulto disponíveis para atender Covid-19 no RS aumentou 1,1% entre as duas últimas sextas-feiras (de 536 para 542);

• O número de óbitos por Covid-19 aumentou 55,6% entre as duas últimas semanas (de 36 para 56).

• As regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, são Porto Alegre (58), Passo Fundo (25), Caxias do Sul (23), Lajeado (19) e Novo Hamburgo (19).

Saiba mais

Com base em evidências científicas e análise de dados, o modelo de Distanciamento Controlado – que está oficialmente em vigor desde 10 de maio, com o Decreto 55.240 – tem o objetivo de equilibrar a prioridade de preservação da vida com uma retomada econômica responsável em todo o Rio Grande do Sul.

Para isso, o governo dividiu o Estado em 20 regiões e mapeou 105 atividades econômicas. A partir de um cálculo que leva em conta 11 indicadores, segmentados em dois grupos – propagação do vírus e capacidade de atendimento de saúde –, determinou a aplicação de regras (chamados de protocolos) mais ou menos restritas para cada segmento de acordo com o risco calculado para cada região.

Conforme o resultado do cruzamento de dados divulgados de forma transparente, cada local recebe uma bandeira nas cores amarela (risco baixo), laranja (risco médio), vermelha (risco alto) ou preta (risco altíssimo).
O monitoramento dos indicadores de risco é semanal, e a divulgação das bandeiras ocorre aos sábados, com validade a partir da semana seguinte.

Classificação bandeiras card

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp