Os relatos das vítimas atendidas pela Patrulha Maria da Penha

Os relatos das vítimas atendidas pela Patrulha Maria da Penha destacam o empenho e o compromisso pessoal dos seus integrantes no cumprimento de sua relevante missão de assegurar a presença do Estado junto à mulher vítima da violência doméstica ou familiar, levando além da proteção, a sensação de segurança.

De 2018 a 2020 a Patrulha Maria da Penha aumentou em 206% o número de municípios atendidos.

De janeiro a 31 de julho desse ano 23.891 visitas foram realizadas.

O desempenho da patrulha resultou na queda dos números de feminicídios no Rio Grande do Sul, que comparado a julho de 2019 apresentou uma redução de 86% no número de casos.

A Missão da Patrulha é:
– Reduzir os índices de violência doméstica;
– Aumentar a confiança e a credibilidade;
– Dar apoio e suporte psicológico;
– Fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas impostas aos agressores;

A Patrulha Maria da Penha atua de forma integrada com os seguintes órgãos que integram a Rede de Proteção da Mulher no Rio Grande do Sul: Poder Judiciário do Ministério Público Estadual, Defensoria Pública do Estado, Polícia Civil, Superintendência dos Serviços Penitenciários, Coordenadorias Municipais e de entidades privadas como a Ordem do Advogados do Brasil e das Promotoras Legais Populares.

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp