Operação Hórus gera prejuízo de mais de R$ 8 milhões ao crime organizado

A Operação Hórus teve mais uma fase finalizada no dia 1º de outubro, após três meses de operação contra o crime organizado nas faixas de fronteira com Argentina e Uruguai e na divisa com Santa Catarina.

Para a realização, Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Instituto-Geral de Perícias (IGP), Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal e Agência Brasileira de Inteligência atuaram em conjunto, em trabalho que integrou o Programa Nacional de Segurança de Fronteiras e Divisas (V.I.G.I.A).

Os resultados positivos relacionados ao números apreensões e prisões reforçam a qualidade do trabalho integrado entre as forças de segurança pública gaúcha. Com o objetivo de cercar o Estado para evitar a entrada de armas, drogas e produtos contrabandeados a operação contou com cerca de 60 policiais, dentre eles 41 policiais militares, 4 agentes do IGP e 15 policiais civis. O resultado foi à prisão foi a prisão de 104 indivíduos, bem como a apreensão 348,672 kg de drogas e R$ 870.883,00 de dinheiro em espécie.

O responsável pela Operação Hórus no Rio Grande do Sul, Major Chaves, afirma que a operação tem como finalidade combater todos os crimes transfronteiriços, com foco principal no tráfico de drogas e armas. “As apreensões têm se mostrado constantes nas faixas de fronteira que funcionam como importante sinalizadores. Antes não dávamos o tratamento adequado para as nossas fronteiras, agora com a Operação Hórus temos um combate específico aos crimes transfronteiriços”. Os serviços de fiscalização e abordagens também permitiram recolher 32 veículos, 35 armas e 1.469 munições. Além disso, também foram apreendidos 1.127 kg de carne irregular, 10,8 toneladas de camarão, 335 bovinos e 99 equinos.

Confira abaixo, através dos dados apresentados pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça (SEOPI/MJ), o balanço das diversas apreensões da Operação Hórus, que resultou em prejuízo estimado de $R 8.446.958,00 ao crime:

– 32.290 maços de cigarro; 1 carregador de rifle; 39,3 toneladas de semestes/soja; 720 litros de agrotóxicos; 4 máquinas de pulverização; 2 sacos de 50 kg de ureia; 4.56 garrafas de vinho, 29.112 latas de cerveja, 241 pés de maconha; 13 celulares,  842 caixas de tênis; 2 tanques de combustível de barco; 4 motores de popa; 1 barco de alumínio de 6,5 metros; 40 frascos de anabolizantes; 24 frascos de polivitamínicos; 12 frascos de suplementos alimentares; 100 cuias de chimarrão; 38 garrafas térmicas.

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp