A mulher acusada de matar o companheiro e incendiar a própria casa em Coronel Barros na terça-feira (10) autuada por homicídio qualificado por motivo fútil e incêndio. A informação é do Delegado de Polícia Amilcar de Souza Neto.

Conforme a polícia, a autuada esteve internada no Hospital de Caridade de Ijuí após tentar suicídio por ingestão severa de medicamentos. Em virtude de não haver previsão de alta, foi lavrado o auto de prisão em flagrante sem a presença da acusada na delegacia. A Polícia Civil tem um prazo de 24 horas, que encerra hoje, para que ela seja apresentada.

“Se apurou fartamente nos autos que ela efetuou quatro disparos de arma de fogo, ateou fogo na residência e após isso, deixou uma carta com quatro laudas visível no automóvel e tentou se despedir da vida ingerindo um frasco inteiro de remédios”, explica o delegado. Na cartam ela admitiu o crime, disse que matou por amor e explicitou detalhes íntimos do casal, ficando nítido o motivo fútil do delito.

Também representamos pela prisão preventiva da investigada, bem como pela custódia da paciente pela Susepe, para que assim que restabeleça a saúde seja imediatamente encaminhada à penitenciária de Ijuí.

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp