O Golpe do Bilhete fez uma vítima em Panambi conforme registro feito na Brigada Militar
De acordo com a ocorrência , a vítima informou que se encontrava na Rua Barão do Rio Branco proximidades da agencia Sicredi, centro da cidade de Panambi, quando por volta das 14h de quinta-feira (26), uma mulher a abordou e disse que estava perdida e procurava por um advogado chamado de “ Muller. A vítima informou não saber onde ficava o escritório do suposto advogado.
Naquele instante chegou uma segunda mulher e perguntou o que estava acontecendo.
A mulher que disse estar procurando o advogado mostrou um bilhete de loteria dizendo que estava premiado.
A outra mulher, que seria sua comparsa simulou ligar para a agencia da Caixa Econômica Federal e confirmou que que o bilhete estaria premiado.
Na sequência a suposta ganhadora do bilhete disse que daria R$ 100 mil para a vítima ajudar a sacar o valor do bilhete premiado que seria no valor de R$ 2 milhões.
Acreditando que ganharia os R$ 100 mil facilmente a vítima entregou o cartão do banco e a senha da conta onde ela possui cerca de R$ 42 mil. Ainda entregou um cartão da Caixa Econômica Federal e a respectiva senha.
No momento do registro da ocorrência feita na quinta-feira ás 19h30, a vítima não soube informar quanto as estelionatárias sacaram de sua conta.
O caso passa para investigação da Polícia Civil .

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp