Morre o músico nativista “Porca Véia”

O cantor, instrumentista e compositor Élio da Rosa Xavier, mais conhecido como “Porca Véia”, morreu na tarde desta sexta-feira, 12, em Novo Hamburgo, aos 68 anos, após sofrer uma parada cardíaca. Ele estava internado no Hospital Regina.
De acordo com informações de familiares, o artista foi diagnosticado com insuficiência renal. Em 2018, realizou um transplante de rim, porém, seu organismo acabou rejeitando o novo órgão. Atualmente, ele realizava seções de hemodiálise três vezes por semana. Porca Véia foi fundador do Grupo Cordiona e autor de sucessos como”Lembranças”, “De Alma Serrana”, “Do Jeito que Deu” e “Gaiteiro Por Demais”.
Produtor rural até aos 16 anos, começou sua carreira artística com seis anos de idade por influência da família, na qual havia muitos músicos amadores. Fez curso técnico agrícola, quando ganhou o apelido que é hoje seu nome artístico. Participou de muitos festivais e apresentou-se com Kleiton e Kledir nas melhores casas de espetáculo do Brasil, como o Canecão do Rio de Janeiro e no Palace em São Paulo. Foi aluno dos Irmãos Bertussi, a quem ele sempre reverenciou nos palcos, através da “música Bertussi”. Ele deixa a esposa Claudinéia Bossardi e quatro filhos.

Fonte: Jornal Semanário

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp