Ministério Público pede prisão preventiva de 12 detentos soltos durante pandemia da Covid-19

O Ministério Público requereu ao Poder Judiciário, nesta semana, a prisão preventiva de 12 pessoas que haviam sido soltas pelo Poder Judiciário de Soledade sob o compromisso de cumprir medidas cautelares diversas da prisão, em razão da pandemia do coronavírus.

Das 19 pessoas soltas pela Vara Criminal, 12 descumpriram o compromisso firmado com o Poder Judiciário, ou seja, 63% dos presos que foram soltos não atenderam ao compromisso que assumiram, conforme foi apurado na Operação Coros, deflagrada em conjunto pela Brigada Militar e pelo Ministério Público.

Os pedidos foram feitos pelos promotores de Justiça Bill Jerônimo Scherer e Rodrigo Ballverdú Louzada. Agora, caberá ao Poder Judiciário decidir se prende os indivíduos ou se dá novas oportunidades a eles.

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp