Jovem de 21 anos alega que disparo que matou empresária foi acidental

A Polícia Civil cumpriu na tarde desta sexta-feira (3), em Frederico Westphalen, mandado de prisão preventiva em desfavor de indivíduo suspeito de ser um dos autores de ocorrido ontem em Ametista do Sul.

O jovem, de 21 anos, se apresentou na delegacia de Frederico Westphalen acompanhado de advogado.

Interrogado, ele admitiu participação no crime, inclusive confirmando que foi ele quem desferiu o tiro que matou a empresária Inês Ribeiro De Gregori, alegando, entretanto, que tal disparo foi acidental.

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp