IML de Cruz Alta aguarda pelo reconhecimento de corpo de mulher vítima de acidente

O corpo da mulher que faleceu no acidente envolvendo o ônibus da empresa Ouro e Prata e um caminhão de Caxias do Sul, na madrugada dessa sexta-feira, ainda não foi reconhecido.
De acordo com informações obtidas com exclusividade pela Redação da Sulbrasileira, familiares da suposta vítima, residentes em Porto Alegre, estarão chegando na manhã deste sábado ao IML de Cruz Alta para fazer o reconhecimento. .
A expectativa das autoridades da segurança pública é de que, a partir da presença destes familiares o corpo seja identificado e que possa ser liberado para os atos fúnebres. A dificuldade de reconhecimento é em razão da vítima não estar de posse de seus documentos no momento da tragédia .
O acidente ocorreu por volta da 00h10 desta sexta-feira (05), no KM 398, próximo do Posto Estrela, na divisa entre os municípios de Santa Bárbara do Sul e Panambi.
Além da vítima fatal, outras 24 pessoas resultaram feridas, todas passageiras do ônibus da Ouro e Prata que fazia o roteiro São Nicolau –Porto Alegre com passagem por Panambi próximo da meia noite, onde embarcaram 10 passageiros

Segundo informações da Policia Rodoviária Federal de Cruz Alta que atendeu o acidente, ocorreu o choque frontal entre o ônibus e um caminhão Ford Cargo com placas de Caxias do Sul, carregado com frutas que seguia no sentido Santa Bárbara/ Panambi e no sentido contrário, seguia o coletivo de prefixo 616 da Ouro e Prata.
Com o choque o ônibus e o caminhão caíram em uma ribanceira de cerca de 20 metros..
Dos 24 passageiros que resultaram feridos 03 permanecem hospitalizados em estado grave, sendo 01 no Hospital São Vicente em Cruz Alta e 02 no Hospital de Caridade de Ijuí. Os demais foram liberados