Idosa é vítima do golpe do bilhete premiado em Cruz Alta

Uma idosa de 72 anos foi vítima de estelionato na manhã de ontem ao sair de um banco em Cruz Alta. A vítima foi abordada por um sujeito na Rua Voluntários da Pátria que pediu ajuda pois teria ganhado um prêmio de R$ 1,6 milhão da Loteria. Ele alegou que não tinha os documentos para fazer a retirada.

Em seguida, ela foi abordada por outro homem, que fingiu ter telefonado ao gerente do banco e foi informado que o prêmio estava à disposição. Os golpistas afirmaram que, para retirar o dinheiro, precisariam entregar a quantia de R$ 100 mil para sacar o valor.

Convencida, a idosa transferiu R$ 50 mil de sua conta para repassada pelos homens.

Mais tarde, a vítima percebeu que havia caído no golpe do bilhete premiado e ligou para o banco. Porém, os golpistas já haviam sacado R$ 20 mil. O restante do dinheiro foi bloqueado.