Homem é preso por estupro de vulnerável e produção de material com pornografia infanto-juvenil

Policiais da Delegacia para Criança e o Adolescente Vítimas de Delito de Porto Alegre prenderam na Zona Sul da Capital, um homem de 55 anos de idade.

De acordo com a polícia, ele é investigado por ter abusado sexualmente de uma vítima de 12 anos. O crime foi denunciado pela mãe da vítima, que procurou a Polícia após monitorar o telefone celular desta e verificar vídeos contendo pornografia infanto-juvenil enviados pelo investigado.

Ao questionar a vítima a respeito, esta informou que havia sido abusada sexualmente, em três oportunidades, e que o investigado havia feito fotos e vídeos da vítima nua e estava ameaçando divulgar o material sobre os abusos caso contasse a respeito para alguém.

Nesta manhã, o indivíduo recebeu a Polícia com uma arma de fogo em mãos, mas, após receber ordem dos Policiais para largar a arma, obedeceu.

Durante cumprimento do mandado de busca, policiais apreenderam a arma citada, notebook, CPUs, aparelho de telefone celular, filmadora e máquina fotográfica.

Em análise preliminar dos objetos apreendidos, devidamente autorizada pelo Poder Judiciário, foi encontrado o material produzido pelo investigado e utilizado para chantagear a vítima para que não denunciasse o crime. Além dessas fotos e vídeos, verificou-se vasto material de pornografia infanto-juvenil nas mídias apreendidas.

Conforme a Delegada, o investigado possuía em sua residência uma oficina de serviços gerais e através de sua profissão mantinha contato com diversas crianças e adolescentes. Por essa razão, a investigação irá prosseguir para análise do material apreendido e confirmação a respeito de outras vítimas.

O investigado foi conduzido à Delegacia Especializada em Crianças e Adolescentes Vítimas de Delitos e autuado em flagrante pela produção e armazenamento de material contendo cenas de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes, pela posse irregular de arma de fogo, bem como foi dado cumprimento ao Mandado de Prisão Preventiva por Estupro de Vulnerável.

Fonte: Polícia Civil

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp