Governador determina criação de grupo de trabalho para buscar ressarcimento das perdas da Lei Kandir

Políticos gaúchos de diversos partidos estão unindo esforços em busca do ressarcimento, por parte do governo federal, das perdas ocasionadas pela Lei Kandir. O governador Eduardo Leite recebeu, na tarde desta terça-feira (10/3), o grupo, que solicitou que o chefe do Executivo gaúcho lidere a discussão em âmbito federal.

Leite deixou claro que entende e concorda com a importância da pauta, no entanto, ressaltou que o RS não pode ver a questão como uma solução para a crise financeira. “A soma das dívidas do governo federal com os Estados em conjunto seria de meio trilhão de reais. É difícil imaginar que haja possibilidade de pagamento em curto prazo, especialmente considerando a crise pela qual o país ainda passa”, observou Leite.

Como primeira medida, o governador determinou a criação de um grupo de trabalho, com participação da Secretaria da Fazenda (Sefaz), para que os números sejam apresentados a todos os envolvidos na mobilização. Em seguida, sugeriu que seja articulada uma reunião com os demais governadores que também estão mobilizados para, em seguida, buscar um encontro no Ministério da Economia. “Temos de estar com os esforços coordenados. Temos de discutir o tema sem deixar de fazer a lição de casa”, ponderou Leite.

Estiveram presentes o ex-governador Pedro Simon, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ernani Polo, os deputados Fábio Branco, Pepe Vargas, Mateus Wesp e Tiago Simon e representantes de partidos, entre eles Mário Bruck, presidente estadual do PSB, além de Roque Bakof, Nicolas Sanches, Christopher Goulart, Rodrigo Karam, Abigail Pereira e Charles Muller. O subsecretário do Tesouro da Sefaz, Bruno Jatene, também participou do encontro.

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp