Golpe do Auxilio Emergencial faz vítimas em Panambi

O golpe do saque do auxílio emergencial começou a atingir vítimas em Panambi, e em grande escala, a exemplo do que vem acontecendo na região e em todo o país. A informação é do delegado de polícia Gustavo Fleury que concederá entrevista ao Programa Café da Tarde nesta sexta-feira (12) para falar sobre o tema.
De acordo com o titular da DP, em dois dias foram pelo menos dez registros policiais desta espécie de crime.

Conforme registros na DP, os beneficiários do programa do governo federal, efetuaram o cadastro para receber o auxílio de emergência do governo federal em parcelas de R$ 600,00.
A grande maioria informou que conseguiu sacar a primeira parcela no começo do mês de maio e ao buscar a segunda parcela de R$ 600,00, no início de junho junto à Caixa Econômica Federal constataram que o dinheiro não estava mais na conta.

Segundo o delegado Gustavo Fleury, o golpista avisa através do WhatsApp que a pessoa tem direito a receber um benefício financeiro no valor entre R$ 600 e R$ 1.200 reais de auxílio emergencial para ter uma renda e para isso basta apenas fazer um cadastramento pelo link malicioso. Ao clicar na mensagem, a vítima é direcionada para responder se tem filhos, se é trabalhador autônomo e pede confirmação de auxílio emergencial. Depois, a pessoa é direcionada para preencher um cadastro com informações pessoais, como número de CPF, RG, número da conta corrente e senha.
De posse desses dados o responsável pelo golpe efetua o saque do benefício.
Em razão de se tratar de um benefício federal, a ocorrências feitas na Delegacia de Polícia de Panambi estão sendo encaminhadas para investigação da Policia Federal de Santo ângelo.

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp