“Fecolônia não será cancelada”, garante secretário de Desenvolvimento Econômico

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Ambiental, Rafael Jacques de Oliveira, divulgou em primeira mão na Rádio Sulbrasileira que a Fecolônia não será cancelada. O anúncio foi feito durante o programa “Alô, Comunidade”.

“Estamos muito limitados ao que podemos fazer e ainda corremos o risco de entrarmos na bandeira vermelha na véspera da feira, o que faz com que não possamos realizar o evento. Dado esta situação, onde não conseguimos ter a precisão de poder executá-la, tivemos nos desafiar a criar uma metodologia alternativa para a feira. Daqui a pouco, ela não irá acontecer em um dia e naturalmente, não vai ser estadual, como vinha acontecendo, porque não tem como trazer pessoas de fora da cidade”, explicou.

De acordo com o secretário, diante da pandemia do coronavírus, a Fecolônia deverá seguir os mesmo moldes do Festival do Kasëkuchen, que está sendo realizada em vários pontos da cidade de forma remota. “O retorno das padarias é de quase 60% de incremento na venda de kasëkuchen com o festival. Empresas inclusive colocaram no almoço, tenho de parabenizar.”

A princípio, a feira será realizada em setembro. “Posso afirmar que vai sair, mas de um jeito diferente. Por todo esse sistema de bandeiras, não será apenas em um final de semana, vai ser expandida para uma ação de quem sabe até 30 dias, e vai ser muito diferente e muito legal esperamos não fazer aglomeração de pessoas e que possamos ter um evento muito atrativo para a nossa comunidade.”

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp