Familiares de mulher  de Condor  que faleceu ontem negam COVID-19 como causa da morte

Familiares da mulher de 42 anos, que morreu ontem e que reside em Condor contestam nas redes sociais que a morte tenha sido causada pela COVID-19.
Exigem a apresentação do atestado de óbito onde conste a causa do falecimento.
Informam que a mulher havia sido internada por outros problemas de saúde e possuía comorbidades.

Por sua vez, no Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Condor é confirmada a primeira morte por Covid-19 no município. O primeiro óbito já havia sido confirmado na tarde passada pelo secretário da Saúde, Antônio Luiz Cândido no contato mantido pela Redação da Sulbrasileira. Trata-se de uma mulher de 42 anos que estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital São Vicente desde o dia 29 de maio e possuía comorbidades.
Conforme publicado pela Rádio Sulbrasileira, a paciente foi atendida no Centro de Saúde do Município no dia 28 de maio com suspeita de coronavírus. Devido ao seu estado de saúde, ela foi internada no Hospital de Caridade de Ijuí, onde foi coletado material para análise no Laboratório Central do Estado (Lacen/RS), cujo resultado foi positivo para Covid-19. Após o agravamento do estado de saúde, ela precisou ser transferida para Cruz Alta.
O prefeito Valmir Land vai falar sobre este assunto, logo mais ás 8h, no Programa Fala Comunidade de da Sulbrasileira.
No Boletim Epidemiológico a Secretaria da Saúde informa que, em Condor existem: 10 casos confirmados, 21 monitorados, 10 descartados, 07 recuperados e informa da ocorrência de 01 óbito

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp