DP de Cruz Alta alerta para golpes na região

Policia Civil de Cruz Alta alerta para a onda de crimes que vem sendo registrados através do aplicativo de mensagens ou clonagem e adulteração de placas de veículos.
Somente na Delegacia de Polícia daquela cidade, na quinta-feira (23) foram registradas 03 ocorrências de estelionatos

No primeiro registro, a vítima comunicou que tomou conhecimento que seu aplicativo de mensagens havia sido clonado, no momento em que sua amiga falou para ele que alguém estava pedindo dinheiro emprestado em seu nome. Informou que na noite anterior, antes da clonagem, em uma conversa com outra pessoa digitou um código que lhe foi enviado e a partir disso seu celular foi clonado.

Em outra ocorrência, a vítima comunicou na DP, que foi clonado o telefone do irmão de seu sogro. A partir de então, o comunicante recebeu uma mensagem solicitando dinheiro,
Acreditando que o pedido era verdadeiro, ele fez o deposito, cujo valor não foi informado.
No Boletim de Ocorrência a vítima informou ainda ter conhecimento de que várias outras pessoas de Cruz Alta foram vítimas do mesmo golpe.

Em outro registro feito, também na última quinta-feira (23) na Delegacia de Polícia de Cruz Alta, a vítima revelou que foi informado pela Polícia Rodoviária Federal que sua camionete estava clonada no estado de Santa Catarina. Disse ter conhecimento de que, uma camionete usando as placas do seu veículo havia sido vendida naquele estado. Revelou que, o comprador daquele Estado ligou para ele e disse que tinha comprado a camionete e estava indo para a polícia esclarecer os fatos.
No Boletim de Ocorrência a ritma revelou que, emplacou a sua caminhonete no ano passado e possui placas novas. Foi informado que foram falsificados o CRLV e o DUT com assinatura do comunicante, e quando o comprador foi fazer a vistoria no outro Estado, não foi aprovada pelo DETRAN pois apresentava chassis diferentes.
A Policia Civil de Cruz Alta alerta que estes e outros tipos de golpes podem ser ocorrendo em outras cidades da região, e, recomenda que as vítimas registrem a ocorrência para que a investigação busque identificar os estelionatários.

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp