Covid-19: saiba as regras de funcionamento para igrejas e templos religiosos em Panambi

Apesar de decisão da Justiça Federal do Rio de Janeiro, igrejas e templos religiosos em todo o Rio Grande do Sul – incluindo Panambi, estão permitidos a funcionar. No entanto, devem seguir as regras determinadas pelo Governo do Estado e, em Panambi, pelo decreto da prefeitura municipal.

Na noite de sexta-feira (27), a justiça suspendeu trechos decreto do presidente Jair Bolsonaro que define como serviço público essencial atividades religiosas e o funcionamento de casas lotéricas, A determinação permite aos Estados definirem suas próprias normas novamente.

No sábado (28), o Estado publicou um novo decreto com as regras de funcionamento de igrejas e templos religiosos. Conforme o documento, as regras valem para todo o Rio Grande do Sul como exigências mínimas de cuidado, porém caso um município tenha regras mais rígidas para todos esses setores e estabelecimentos, essas normas devem ser cumpridas.

Por isso, as regras publicadas no decreto de Panambi na sexta-feira (27) ainda estão válidas. Assim, as atividades religiosos – cultos, missas ou reuniões – devem atender as seguintes regras:

– o limite máximo de 25% da capacidade de assentos do local;

– adotem as providências necessárias para garantir um distanciamento interpessoal mínimo de dois metros;

– fixem, em local visível, informações sanitárias sobre higiene e cuidados para prevenção do Covid-19;

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp