Covid-19: região supera a marca dos 400 casos confirmados

A região de Ijuí – que contempla os municípios de Panambi e Condor – chegou a 400 casos de Covid-19 nesta terça-feira (8), conforme dados da 17ª Coordenadoria Regional da Saúde. No Distanciamento Controlado, a bandeira segue sendo laranja.

Mais da metade dos casos registrados na região estão concentrados no município de Ijuí. Ao todo, são 258 casos, 64% do número total da região. Destes, 155 são considerados recuperados.

Panambi, que está desde o dia 3 de julho sem novos casos, está na segunda posição com 31 confirmações. Do total de pacientes, 30 estão curados. Em seguida está Condor, com 30 casos, sendo que 27 estão recuperados.

Em seguida, estão os municípios de Chiapetta (23), Humaitá (11), São Martinho (10), Crissiumal (8), Catuípe (7), Campo Novo (5), Santo Augusto (4), Coronel Barros (3), Ajuricaba (3) e São Valério do Sul (1). Somente Augusto Pestana, Bozano, Nova Ramada e Sede Nova não registram casos.

Dos 26 leitos de UTI da região, 20 estão ocupados. A taxa de ocupação é de 76,9%, sendo classificada como amarela. Dos 25 pacientes internados, somente um está infectado pela Covid-19.

Novas restrições em Ijuí

Nesta terça-feira (7), a prefeitura de Ijuí alterou o decreto municipal que determina as restrições, que inclui toque de recolher das 23h até às 4h do dia seguinte, sendo permitida apenas a circulação de trabalhadores da saúde, assistência social, segurança, alimentação , transportes e em casos de comprovada necessidade ou urgência.

Também houve mudança nos horários de atendimento dos estabelecimentos comerciais. Restaurantes, por exemplo, poderão manter as portas abertas das 7 às 23 horas, com limite de permanência no local por seus clientes até a meia noite desde que sejam observadas às normas de higiene e distanciamento social.

Já os postos de combustível deverão permanecer fechados das 20h às 4h do dia seguinte de segunda a sábado e nos domingos das 18h às 4h.

Além disso, a prefeitura alugará um hotel por três meses para isolar pessoas com suspeita ou infectadas pela Covid-19. A ação foi feita com recursos do Ministério da Cidadania por meio de uma portaria que auxilia municípios que decretaram calamidade pública devido à pandemia.

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp