Covid-19: panambiense morre no Amapá

Um panambiense de 65 anos faleceu vítima da Covid-19 na tarde deste domingo (19), por volta das 14 horas, no hospital do município de Santana, Estado do Amapá. Nicanor Arezi da Luz era caminhoneiro e viajava há cerca de um mês.

Ele estava internado na casa de saúde desde a terça-feira (14). Um dia antes, apresentou problemas de saúde e foi ao hospital, onde realizou um teste rápido que resultou positivo para o novo coronavírus e foi medicado. Porém, na madrugada de terça, seu estado de saúde piorou e foi levado ao hospital.

Neste domingo, o paciente precisou ser entubado e mais tarde ocorreu uma parada cardíaca, vindo a falecer. O corpo de Nicanor foi cremado ainda na noite de domingo e deverá chegar a Panambi nesta segunda-feira (21). O exame definitivo deverá ser divulgado ainda esta semana.

A vítima, morador da Rua Pará, Bairro Arco-Íris, deixa a esposa Leila de Lima da Luz e os filhos Lucas Alberto, Saulo, Atos e Mateus, além de três netos. A família espera agora a chegada das cinzas.

O pastor da Assembleia de Deus de Condor, Leonel Assis de Lima, juntamente com pastores da igreja em Panambi, da qual Nicanor era membro, ajudou a família e conversou com a vítima durante a semana. “Foi muito angustiante. Ele era um honesto e muito trabalhador. Viveu muito tempo viajando.”

Dias antes de ser internador, Nicanor apresentava febre e gripe, mas buscou não revelar para a família que estava doente para não preocupá-los. “Ele achava que era uma gripe mas foi se agravando até que na madrugada de terça ele ligou e estava ofegante, com dificuldade de respirar”, relata o pastor.

O filho mais velho, Lucas, foi para o Amapá acompanhar o pai. Após a morte do panambiense, a família contatou a Funerária Fonseca para conseguirem realizar a cremação. O pastor Leonel aproveitou para agradecer os pastores da Assembleia de Deus do Amapá, Silas e Antônio – que era proprietário do hotel no qual Nicanor estava e o ajudou.

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp