Covid-19: Panambi registra mais sete casos e número de recuperados aumenta para 106

Mais sete casos de Covid-19 foram confirmados em Panambi nesta quarta-feira (16), conforme o boletim epidemiológico da 17ª Coordenadoria Regional da Saúde. Ao todo, são 132 casos confirmados, sendo que 24 estão ativos e 106 recuperados.

Os novos casos registrados hoje são:

  • mulher de 63 anos;
  • mulher de 37 anos;
  • homem de 39 anos;
  • menino de 4 anos;
  • homem de 43 anos;
  • mulher de 73 anos;
  • mulher de 69 anos.

Todos os infectados encontram-se em isolamento domiciliar, conforme a prefeitura municipal.

Além disso, há quatro pessoas internadas em Unidades de Tratamento Intensivo em hospitais de Cruz Alta, Ijuí e Santa Rosa. Destes, dois estão em estado grave e dois em estado estável.

A região – composta por vinte municípios, incluindo Panambi e Condor – registra 1.887 casos e 31 mortes. Mais da metade dos infectados e das óbitos estão em Ijuí, com 1.044 pacientes e 18 falecimentos.

Em entrevista à Rádio Sulbrasileira nesta tarde, durante o programa Café da Tarde, o prefeito Daniel Hinnah falou sobre o aumento de casos.

A situação é preocupante. Estamos com médio de seis a sete casos a cada dia. Nunca tivemos tantos casos ao mesmo tempo. No momento inicial da pandemia em que aqui era bem tranquilo, agora a situação é a mais crítica. Não é o melhor momento de relaxar e liberar algumas práticas que foram contidas“, afirmou.

Ele também alerta para que as pessoas evitem aglomerações e pede ajuda da comunidade.

O vírus está sendo disseminado de família para família“, alertou, “a nossa região é uma das que a menos tem observado o distanciamento no último mês. O percentual de pessoas que evita a circulação é uma das menores no Estado. Ou seja, o pessoal tá circulando como quase uma vida normal. Isso se deve a fatores como a própria pandemia já estar cansando e também porque as pessoas não estavam vendo a disseminação do vírus. Não tinha muitos casos, poucas internações e óbitos. Só que agora, que os casos estão aumentando, as pessoas não estão percebendo que a realidade de Panambi não é como do restante do país, que está mais estabilizada.”

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp