Covid-19: morte do caminhoneiro no Amapá será contabilizado para Panambi

O prefeito Daniel Hinnah informou à Rádio Sulbrasileira que a morte de um panambiense por Covid-19 no Amapá será contabilizado como o primeiro óbito de Panambi. Nicanor Arezi da Luz, 65 anos, morador do Bairro Arco-Íris, faleceu neste domingo (19).

“Ele foi registrado no sistema do Ministério da Saúde e como é panambiense é um óbito que conta para o município”, explica o prefeito.

A administração municipal não vai recorrer da decisão. “Não cabe recorrer. É uma perda de uma vida, um panambiense que perdeu a vida para este vírus.” Até o final da tarde desta segunda-feira (20), a Secretaria Estadual da Saúde e a 17ª Coordenadoria Regional da Saúde não contabilizaram o óbito para Panambi.

Nicanor estava viajando há cerca de um mês para trabalho. Seu corpo foi cremado na noite de domingo e as suas cinzas deverão ser entregues para a família ainda esta semana. O filho mais velho, Lucas Alberto, viajou para Santana, Amapá, e está responsável em cuidar da burocracia necessária para retornar ao município. Uma cerimônia religiosa será realizada tão logo ele chegar ao município.

O prefeito aproveitou para lamentar a morte de Nicanor, uma pessoa que segundo ele era bem relacionada no município. “Meus sentimentos à família.”

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp