Coronavírus: mais de 127 mil pessoas curadas em todo o mundo 

Diante da pandemia de coronavírus e o aumento de casos no Brasil e Rio Grande do Sul, a Universidade de John Hopkins, que monitora os casos mundiais em tempo real, divulga uma boa notícia: em todo o mundo, mais de 127 mil pessoas já estão curadas até o final da manhã desta sexta-feira (27).

O Ministério da Saúde, diante das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), define que são curados:

● Casos em isolamento domiciliar: casos confirmados que passaram por 14 dias em isolamento domiciliar, a contar da data de início dos sintomas e que estão assintomáticos

● Casos em internação hospitalar: diante da avaliação médica.

Estima-se que 85% dos infectados conseguem se recuperar, conforme levantamento do Worldometers. Em todo o mundo, até o fechamento desta reportagem, 24.906 óbitos por coronavírus foram registrados e 551.337 infectados. Um levantamento feito pela Worldometers prevê que, entre os mais de 399 mil casos ativos, 95% ( 378 mil)  estão em condição moderada e 5% (21 mil) em situação de risco.

A província de Hubei,na China, epicentro da pandemia, tem o maior número de curados, 61.732 ao todo. O pais tem, até o momento, 81.792 casos de Covid-19 confirmados e 3.169 mortes.

Em segundo lugar, está o Irã, com 11.133 pacientes recuperados. Entre os países com o maior número de mortes, a República Islâmica encontra-se no quarto lugar, com 2.234 até esta quinta-feira (26). Em 24 horas, foram registradas mais 157 óbitos.

A Itália, que lidera a quantidade de mortes – 8.215, registra 10.36 curados. Estima-se que cerca de 56% dos pacientes conseguem se recuperar, enquanto que 44% morrem, conforme levantamento feito pelo Wordometers.

Já a Espanha, que recentemente superou o número de mortos na China, tem 9.357 recuperações. Já o número de óbitos é de 4.858. Entre os casos fechados, aproximadamente 63% dos pacientes conseguem se recuperar.

Em seguida, está a Alemanha (5.673), França (4.948) e Coréia do Sul (4.528). Já nos Estados Unidos, que superou o número de infectados da China, registrou 1.301 óbitos e 619 recuperações. Ou seja, pouco mais da metade dos pacientes se recuperou.

Brasil

Até o fechamento desta reportagem, o Ministério da Saúde não divulgou a quantidade de pacientes recuperados no Brasil. De acordo com os dados da Universidade de John Hopkins, há somente seis curados.

O Governo de São Paulo anunciou no dia 13 de março que o primeiro infectado com o Covid-19 no país estava curado. Trata-se de um homem de 61 anos, morador de São Paulo, que havia retornado da Itália em fevereiro. 

O Rio Grande do Sul também não divulga nos informativos epidemiológicos o número de pacientes recuperados. No entanto, no dia 11 de março, a Secretaria Estadual de Saúde confirmou o primeiro paciente do Rio Grande do Sul não estava mais com a doença. O homem, de 60 anos, morador de Campo Bom, havia viajado pela Itália e passou por São Paulo até ser diagnosticado dez dias depois. Após passar pela quarentena, o paciente retornou à suas atividades.

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp