Comitê de Atenção e Prevenção ao Coronavírus avalia a situação dos primeiros 15 dias e faz projeções

Texto e foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Panambi

Em reunião do Comitê de Atenção e Prevenção ao Coronavírus do Município de Panambi, na manhã desta quarta-feira, 1º de abril, foram analisados os dados epidemiológicos do município, que permanece com 3 casos suspeitos, aguardando o resultado da análise enviada ao Laboratório Central – LACEN, além dos 80 casos em monitoramento domiciliar.

Sobre a estrutura que está disponível ou sendo preparada para atender eventuais pacientes contaminados em Panambi, se houverem casos graves e as referências regionais chegarem ao limite da capacidade, Panambi conta com 70 leitos hospitalares e 8 equipamentos chamados “respiradores”, 5 destes estão já a disposição e 3 estão em manutenção. Foi adquirido pelo Rotary Club Panambi e doado para o Hospital um equipamento de gasometria, essencial para o acompanhamento do resultado dos respiradores.

A Secretaria Municipal da Saúde recebeu da Sociedade Hospital Panambi a informação de que este teria a capacidade de habilitar 5 leitos para UTI, desde que seja possível ter profissionais médicos e equipes intensivistas para trabalhar nestes leitos.

No que se refere aos insumos importantes para os profissionais que precisam continuar trabalhando, especialmente as equipes de saúde, como máscaras, aventais e toucas, a Secretaria de Saúde está com dificuldades em adquirir esses produtos, mas, felizmente, voluntários tem fabricado esses insumos, suprindo as necessidades mínimas.

A orientação do Comitê é que a população em geral que quiser usar máscaras, pode usar lenços ou fabricar suas próprias máscaras, para que os insumos possam ser destinados para os profissionais. Ainda não há previsão de recebimento dos equipamentos de proteção individual que estão sendo anunciados que serão fornecidos pelo Ministério da Saúde.

O município está aguardando a chegada de dispositivos para testagem rápida que, segundo o Ministério da Saúde, serão utilizados primeiramente nos profissionais da saúde e das forças de segurança. Atualmente, seguindo protocolo, estão sendo testados apenas os casos de síndrome respiratória aguda grave, que necessitam de hospitalização.

Na avaliação da situação econômica, os impactos do distanciamento social necessário neste período para evitar a epidemia, já estão sendo sentidos nas empresas locais, pois com a diminuição nos negócios e todas as alterações na cadeia produtiva, já estão contabilizados diversas demissões, diretas e indiretas. O Decreto Estadual nº 55.154 publicado neste quarta-feira definiu regras para todo o território do Estado do RS, prorrogando a suspensão das aulas até o dia 30 de abril e cancelando o funcionamento do comércio e serviços, não listados entre os essenciais, até o dia 15 de abril.

Para manter e reforçar as equipes da área da saúde o prefeito Daniel Hinnah autorizou a contratação de 12 profissionais das diversas áreas, sendo 2 médicos aprovados no concurso homologado na última segunda-feira. Todos os médicos que prestam serviços para o SUS em Panambi estão sendo mobilizados para atuar com atenção especial à epidemia, neste período crítico que se aproxima.

Sobre a vacinação contra a gripe, está previsto o recebimento de mais um lote de vacinas para essa quinta-feira, que serão administradas pelas unidades da Estratégia de Saúde da Família – ESF para os idosos do grupo prioritário da campanha, neste período.

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp