Chuva ácida pode atingir o Estado nos próximos dias, alerta meteorologia

Um alerta meteorológico aponta que a fumaça das queimadas que atingem o centro-oeste do Brasil pode causar chuva ácida no Rio Grande do Sul nos próximos dias. Nesta época do ano, infelizmente, as queimadas são frequentes e sua fumaça já é percebida no Estado desde agosto.

O coordenador do curso de Engenharia Ambiental da Universidade de Passo Fundo, Cleomar Reginatto, que explicou o que é chuva ácida.

https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?client=ca-pub-2754717689966334&output=html&h=200&adk=4255337841&adf=177979140&w=617&fwrn=4&fwrnh=100&lmt=1599896680&num_ads=1&rafmt=1&armr=3&sem=mc&pwprc=5962409200&psa=1&guci=2.2.0.0.2.2.0.0&ad_type=text_image&format=617×200&url=https%3A%2F%2Fwww.infocors.com.br%2Fnoticia%2F5667%2FChuva-acida-pode-atingir-o-Estado-nos-proximos-dias–alerta-meteorologia&flash=0&fwr=0&pra=3&rh=154&rw=616&rpe=1&resp_fmts=3&wgl=1&fa=27&adsid=ChEI8OPx-gUQqODwzP2HjrGPARJMAAheeTxfdfd_Q0sZ_Lja-m3LUog0SeDzkhlRV-4227Xsm6yEMYuMCPfjp45F58VEtG8nFFWROjL3VcQDCgvTXn7dULMUFaJkTkrXeA&dt=1599896692628&bpp=8&bdt=5528&idt=8&shv=r20200909&cbv=r20190131&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3De68ae3f1515c77be%3AT%3D1593847769%3AS%3DALNI_MaHD7UOjOA-LqH3Gc1o8NGVQHcWVQ&prev_fmts=294×250%2C0x0&nras=2&correlator=667403656752&frm=20&pv=1&ga_vid=1708923023.1593847777&ga_sid=1599896691&ga_hid=1031862434&ga_fc=0&iag=0&icsg=2826569517092860&dssz=59&mdo=0&mso=0&u_tz=-180&u_his=3&u_java=0&u_h=640&u_w=1024&u_ah=599&u_aw=1024&u_cd=24&u_nplug=3&u_nmime=4&adx=34&ady=1558&biw=1008&bih=478&scr_x=0&scr_y=0&eid=21066648&oid=3&pvsid=3755919647728734&pem=680&ref=https%3A%2F%2Fwww.infocors.com.br%2F&rx=0&eae=0&fc=384&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C1024%2C0%2C1024%2C599%2C1024%2C478&vis=1&rsz=%7C%7Cs%7C&abl=NS&fu=8320&bc=31&jar=2020-09-12-07&ifi=4&uci=a!4&btvi=2&fsb=1&xpc=iOaFMaeD2q&p=https%3A//www.infocors.com.br&dtd=80 Conforme o professor, a circulação da atmosfera acaba levando os gases das queimadas a lugares distantes do foco do incêndio, o que acaba gerando a chuva ácida. Ele explica que a chuva ácida é um fenômeno bastante antigo. A chuva por si só tem um pH levemente ácido, que fica em torno de 5,6.

Quando são lançados na atmosfera, algumas gazes compostas por nitrogênio e enxofre acabam reduzindo o pH da chuva. Se esse pH fica menor que 4, acaba tendo efeitos danosos em estruturas, lagos, peixes e florestas. Ele explica que quanto menor for o pH maior será o efeito do dano.

A chuva ácida pode resultar em mortandade dos peixes, afetar vegetação e em pessoas é possível causar pequenas lesões na pele.

Fonte: Uirapuru

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp