Caso Rafael: reconstituição ocorre nesta quinta-feira (18)

A Polícia Civil e o Instituto-Geral de Perícias realizam no final da tarde desta quinta-feira (18), a partir das 18h, a Reprodução Simulada dos Fatos do caso Rafael Mateus Winques. A Rádio Sulbrasileira irá a Planalto para acompanhar os trabalhos policiais.

De acordo com o Delegado Carlos Beuter, o objetivo da Reprodução Simulada dos Fatos (RSF) é para esclarecer a dinâmica dos fatos narrados pela mãe de Rafael, Alexandra Dougokenski, presa pela morte do filho.

“Os peritos vão tentar responder se é possível o que ela [Alexandra] narrou”, explica Beuter. A investigada participará, informando aos peritos como ela agiu.

A mãe afirmou a Polícia Civil que havia dado diazepam ao filho para ele se acalmar. Mas, durante a madrugada, teria descoberto que o filho estava morto.

O corpo de Rafael foi ocultado pela mãe, que enrolou o filho em um lençol e arrastou seu corpo por cerca de dez metros até a residência ao lado, que estava abandonada, e o escondeu em uma caixa. 

Alexandra alega que não tinha intenção de matar. Para a polícia, diante das suspeitas, trata-se de um homicídio qualificado. 

A reconstituição foi solicitada pelo delegado Ercílio Carletti, que investiga o caso.

Dependendo da quantidade e complexidade das versões apresentadas, dos elementos a serem analisados e dos quesitos a serem respondidos, o laudo pode ser remetido ao solicitante cerca de 30 dias depois do trabalho de campo.

A Rádio Sulbrasileira esteve em Planalto no dia 26 de maio, após a mãe confessar o crime, para ouvir testemunhas e a autoridade policial. Também entrevistou o advogado da mãe, Jean Severo.

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp