Caso Bernardo: Tribunal de Justiça nega pedido de anulação do júri

A 1ª Câmara Criminal do TJRS negou por maioria, na tarde de ontem, quinta-feira (20), recursos interpostos pelos réus condenados pela morte de Bernardo Boldrini. Leandro Boldrini, Graciele Ugulini, Edelvania Wirganovicz e Evandro Wirganovicz foram condenados pelo Tribunal do Júri da Comarca de Três Passos, em 15/03/19.

O relator foi o Desembargador Sylvio Baptista Neto.  A sessão virtual da 1ª Câmara Criminal segue até esta sexta-feira (21/8).

Foram condenados o pai da criança, Leandro Boldrini (33 anos e 8 meses), a madrasta Graciele Ugulini (34 anos e 7 meses de reclusão), a amiga dela, Edelvania Wirganovicz (22 anos e 10 meses), e seu irmão, Evandro Wirganovicz (9 anos e 6 meses).

Evandro é o único que está em liberdade. Ele cumpria pena em regime semiaberto quando, em 15/03/19, atingiu o lapso temporal para progressão de regime e para o benefício do livramento condicional.

Fonte: TJ/RS

Foto: Uirapuru

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp