Caixa vai mudar pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600

A Caixa Econômica Federal vai modificar o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600, de acordo com o presidente do banco estatal, Pedro Guimarães.
Guimarães não informou uma data exata para as novas liberações, mas adiantou que o pagamento deverá ser mais espaçado entre os dias, mas deverá seguir a data de nascimento dos beneficiários.
— No segundo pagamento, poderemos pagar de uma maneira diferente. Estamos debatendo com o Ministério da Cidadania. A maioria terá essa organização com data espaçadas. Não faremos, pagar janeiro e fevereiro, março e abril — disse ele.
Na primeira parcela, a liberação do dinheiro foi feita conforme o mês do aniversário. Por dia, a Caixa pagava valores aos nascidos em dois meses consecutivos. Nesta terça-feira (5), por exemplo, ocorreu a liberação dos valores aos nascidos em novembro e dezembro.
Segundo Guimarães, o pagamento da primeira parcela não teve o mesmo planejamento que buscam fazer com a segunda porque a liberação dos valores aos informais foi feita conforme a Dataprev conseguiu terminar a análise dos inscritos.
— Em 20 dias, 50 milhões de brasileiros receberam, desde a montagem do aplicativo, análise do aplicativo e o pagamento efetivo — disse ele.
A inscrição para receber o auxílio emergencial de R$ 600 começou em 7 de abril. Inscrevem-se pelo app Caixa Auxílio Emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br os informais sem registro no governo, os contribuintes individuais do INSS e os MEIs (microempreendedores individuais).
Até agora, o pagamento foi liberado para 50 milhões de brasileiros. Do total de inscritos, que chega a quase 100 milhões, 26 milhões não têm direito de receber e 12 milhões têm inconsistências no cadastro. Eles passarão por reanálise e, se for o caso, terão o dinheiro liberado.

Fonte : ZH

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp