CACON de Ijui suspende quimioterapia por falta de medicamentos

O Centro de Alta Complexidade em Oncologia, o CACON, do Hospital de Caridade de Ijui suspendeu a quimioterapia por falta de medicamentos . O anúncio foi feito pelo médico Fábio Franke, coordenador do CACON. O profissional disse que o governo não efetua repasse para o setor a três meses o que gera um acumulo de R$ 12 milhões de reais não recebidos.
A falta de recursos deixou o Cacon sem o medicamento para a aplicação de quimioterapia e assim o serviço foi suspenso até que a situação seja normalizada.
O Cacon atendeu cerca de 4 mil pacientes somente nestes últimos 30 dias. Ele alerta que somente neste ano pelo menos 3 mil novos diagnósticos de câncer foram detectados e passaram a ser tratados pelo centro em Ijuí.
A Secretaria Estadual da Saúde divulgou uma nota onde diz que está tentando remanejar os pacientes para hospitais que estão em atendimentos e disse ainda, que espera efetuar a liberação de 90 milhões para a alta complexidade até o final do mês.

Fonte:Rádio Progresso