Brigada Militar prendeu 173 pessoas durante Operação Resposta, em Ijuí

No final de 2019, a Brigada Militar de Ijuí iniciou a Operação Resposta para combater o tráfico de drogas e consequentemente os homicídios. Até o final de maio, já foram presas mais de 173 pessoas.

Destas, 101 foram presas por tráfico de drogas e associação ao tráfico, 41 por porte ilegal de arma de fogo e 31 foragidas da justiça. Além disso, os policiais apreenderam 86 armas de fogo, inclusive uma carabina com luneta, uma arma considerada extremamente letal. Também foram apreendidos 16 quilos de maconha, um quilo de cocaína e 960,52 gramas de crack.

A partir de março, a operação contou com reforço do 3º Batalhão de Polícia de Choque (3°BPChq), sediado em Passo Fundo.

Os policiais militares do 3°BPChq realizaram barreiras e abordaram pessoas suspeitas, buscando tirar de circulação armas, drogas e criminosos. Estas ações ocorreram nos bairros Alvorada, Luis Fogliato, Tancredo Neves e Colonial.

Entre os dias 11 a 31 de maio, o 3º BPChq realizou nove prisões em flagrante por tráfico de entorpecentes, uma por furto qualificado, quatro armas apreendidas, 1,3 quilos de maconha, 176,4 gramas de cocaína, 7,2 gramas de crack, R$2.138,60 e 56 munições.

Já nos bairros Getúlio Vargas, Boa Vista, São José, Modelo e Lambari, a atuação operacional foi reforçada pelos efetivos da Força Tática do 29º Batalhão de Polícia Militar (29ºBPM) e do Policiamento Comunitário, responsável territorial pela cidade de Ijuí.

Durante estas ações, foram abordadas 938 pessoas e 689 veículos, que resultaram em 80  autuações e 27 remoções.

A Brigada Militar ressalta a importância do trabalho da inteligência, que realizou o rastreamento de informações que levaram a autores de crimes, resultando em várias prisões.

As ações planejadas entre 3ºBPChoq e Força Tática terão prosseguimento em Ijuí.

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
 WhatsApp