Brasil registra 407 mortes por Covid-19 em 24 horas

O Brasil teve 407 novas mortes nas últimas 24 horas em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o maior número neste período desde o início da contagem. No total, o país soma 3.313 óbitos e 49.492 mil casos confirmados da doença. A atualização foi divulgada na tarde desta quinta-feira (23) pelo Ministério da Saúde.

As novas mortes marcaram um aumento de 14% em relação a ontem quando foram registrados 2.906 falecimentos. O percentual de acréscimo foi mais do que o dobro do divulgado ontem em relação a terça-feira, de 6%.

Já a quantidade de pessoas infectadas teve uma elevação de 8,2% em relação a ontem, quando foram contabilizados 45.757 pacientes nessa condição. Até quarta-feira (22), 25.318 pessoas eram consideradas recuperadas e outras 17.533 estão em acompanhamento.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (1.345). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (530), Pernambuco (312), Ceará (266) e Amazonas (234).  

Governo vai disponibilizar R$ 5 bi para setor de turismo

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, afirmou nesta quarta-feira (22) que uma nova medida provisória do governo vai garantir pelo menos R$ 5 bilhões de créditos emergenciais para empresas do setor, incluindo os micro e pequenos negócios. Os recursos vão reforçar o caixa do Fundo Geral do Turismo (Fungetur) com abertura de novas linhas de empréstimo. 

Ministro Braga Neto anuncia programa Pró-Brasil

O  ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, anunciou nesta quarta-feira (22) um novo programa de investimento do governo federal, batizado de Pró-Brasil. O objetivo, segundo ele, é gerar emprego e recuperar a infraestrutura do país em resposta aos impactos trazidos pela pandemia do novo coronavírus. 

Chegam ao Brasil 500 mil testes para diagnóstico da covid-19

O primeiro lote com 500 mil testes para diagnóstico de covid-19, comprados pelo Ministério da Saúde via Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), chegou ontem (22) ao Brasil. A distribuição aos estados começa ainda nesta semana.

Foram adquiridos 10 milhões de testes RT-PCR (biologia molecular), que identificam o coronavírus logo no início, ou seja, no período em que ainda está agindo no organismo. O restante dos testes, produzidos pelo laboratório Seegene, da Coreia do Sul, chegará de forma escalonada, sendo cerca de 500 mil por semana.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp