Aposentados de Panambi e Cruz Alta são vítimas do empréstimo consignado

Um aposentado de Panambi registrou na Delegacia de Polícia, que ao tentar fazer um empréstimo junto a uma financeira foi informada que não possuía margem, pois já constava a existência de um empréstimo.
Contou que se dirigiu até o banco onde recebe o benefício e constatou efetivamente que havia um empréstimo em seu nome.
Informou que, não foi ele que fez o consignado e nem assinou nada.

Fato semelhante foi registrado na Delegacia de Polícia de Cruz Alta.
A vítima informou que recebe aposentadoria e ao tentar fazer um empréstimo junto a uma financeira foi informada que não possuía margem, pois já constava a existência de dois empréstimos.
Contatou com sua advogada que procurou a agência de sua fonte pagadora e constatou que há dois empréstimos em nome da comunicante. Nega ter feito estes empréstimos e, nem tampouco assinou nada.
A Policia Civil alerta que esta prática vem sendo registrada em todo o país e recomenda que os aposentados evitem fornecer seus dados pessoais através do telefone, pois normalmente os golpistas se utilizam deste dispositivo, fazendo se passar por uma empresa de consignado, consegue os dados das vítimas e acessam suas contas e aplicam o golpe.

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp