Após resultado de exame, polícia conclui que corpo encontrado é do agricultor de Jóia

O idoso Lauri Schneider de 72 anos, desapareceu no dia 25 de abril. Ele morava sozinho na localidade de Carajá Grande, interior do município de Jóia. No dia 14 de maio foi encontrado um corpo em avançado estado de decomposição em Eugênio de Castro. A equipe da Polícia Civil foi até um matagal na localidade da Lagoa da Mortandade. Foi realizado exame pericial para identificação do corpo.
O delegado Ricardo Miron de Ijuí, explicou que o resultado do exame do corpo veio indicando probabilidade de ser os idosos, sem ser conclusivo “O DNA conclui pela probabilidade a partir dos elementos genéticos e aliado as demais evidencias do inquérito podemos afirmar que o cadáver é do senhor Lauri Schneider. Se o DNA concluísse como não provável não poderíamos afirmar ser ele”, diz.
Ainda o delegado cita que o corpo já foi enterrado com autorização judicial e está sendo providenciada a certidão de óbito via judicial. O delegado enfatiza que as investigações continuam para a identificação da autoria do crime.
O FATO
De acordo com a Polícia Civil, os familiares da vítima perderam o contato com o idoso no dia 25 de abril, um sábado. Schneider morava sozinho em sua propriedade rural. No local os policiais identificaram o roubo do trator, armas e utensílios pessoais de Schneider. A casa do idoso estava revirada com marcas de violência. A perícia esteve no local e fez levantamentos em toda casa, onde supostamente ocorreu os crimes. De acordo com os vizinhos, foram ouvidos barulhos de carro e de trator, na noite do crime.

Fonte: Grupo Sepé

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp