Agentes descobrem escavação de túnel e evitam possível fuga em presídio de Erechim

Durante a conferência estrutural em uma cela, agentes do Presídio Estadual de Erechim descobriram um túnel de 2,8 metros de comprimento e 1,1 metro de profundidade. O buraco aberto no solo poderia ser utilizado para uma tentativa de fuga em massa.

Localizada embaixo de uma cama na cela 16, a boca do túnel estava escondido com mantas e cobertores. Havia ligação com a cela 17, que direcionava para o pátio externo da casa prisional. Nas duas celas estavam 34 presos. Eles foram revistados e realojados.

O secretário da Administração Penitenciária, Cesar Faccioli, elogiou a ação antecipada dos agentes. “Nossa polícia penal mostrou, mais uma vez, que está atenta a todos os detalhes de segurança e evitou uma possível fuga, agindo com planejamento e organização”, afirmou.

Superintendente da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), César da Veiga ressalta que, desde o início da atual gestão, a Secretaria da Administração Penitenciária (Seapen) e a Susepe vêm trabalhando para combater qualquer tipo de irregularidade dentro das unidades prisionais, com destaque para operações que auxiliam no combate ao crime.

A manutenção nas celas está sendo providenciada, informou o delegado penitenciário da 4ª Região (Noroeste), Alexo Wallau. Conforme ele, os agentes penitenciários realizam, diariamente, uma conferência minuciosa nas celas, na presença dos apenados. A finalidade é contar o número de presos, para controlar possível fuga, e verificar ainda se ocorreu algum dano na estrutura das janelas ou alguma escavação.

“Destaco a excelente atuação deles (servidores) que impediram a fuga, além de contribuírem para o combate ao crime”, disse Wallau. A 4ª Delegacia Penitenciária Regional (DPR) esteve no local para fazer um levantamento da situação.

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul

Deixe uma Resposta

  
 WhatsApp