Temporal de granizo causa prejuízo de R$ 1 milhão para agricultores de Panambi

O temporal de granizo que atingiu Panambi no último sábado (31) causou um prejuízo de R$ 1 milhão aos produtores rurais, segundo a Emater/Ascar.
De acordo com o levantamento, as comunidades mais atingidas pela queda de pedras de gelo, acompanhada de muita chuva e forte vento, foram Iriapira, Rincão Frente, Rincão Fundo, Morengaba, Fiúza, Assis Brasil, Entre Rios, Ocearu, Maranei e Serrana.
O prejuízo foi maior nas lavouras e chegou a R$ 845 mil – 82% do valor total. 62 produtores de trigo foram afetados, com desfolhamento, acamamento e ruptura de plantas, resultando em uma despesa de R$ 510 mil. As perdas nas áreas atingidas foi de 367,5 toneladas do cereal. A produção de laranja teve 70% de perdas, com nove produtores atingidos, resultando num prejuízo de R$ 220 mil. As perdas chegam a 441 toneladas.
Ainda de acordo com o levantamento, o temporal causou um prejuízo estimado de R$ 179,5 mil em infraestrutura. Ao todo, 58 casas, 42 galpões, 16 estufas de hortaliças, duas agroindústrias e dois centros comunitários tiveram danos no telhado e na cobertura.
Ainda hoje, a secretaria da Agricultura, Indústria, Comércio e Serviços, deverá divulgar um levantamento de dados dos danos no setor comercial e industrial em Panambi.
Situação de emergência
Devido ao temporal de granizo, o prefeito Daniel Hinnah decretou situação de emergência. Ao todo, duas mil casas foram atingidas, danificando telhados. A prefeitura forneceu 26 mil metros quadrados de lona para cerca de 800 pessoas. Diversos prédios públicos foram danificadas pelas pedras de gelo, incluindo escolas e postos de saúde.