SER Panambi é condenada pela Justiça Desportiva por inscrição irregular de atleta e perde seis pontos

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul condenou o SER Panambi pelo artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, de Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente.
A denúncia foi feita durante a partida contra o EC Uruguaiana, no dia 11 de agosto, em Panambi, para o Campeonato Gaúcho Juvenil 2019. Na ocasião, o time panambiense venceu por 4 a 0. A intimidação foi feita na terça-feira (27) e o resultado foi divulgado nesta quinta-feira (29).
Pela decisão do TJD, o time perde seis pontos, caindo para quatro. Sua classificação agora depende de pelo menos um empate contra a SER Santa Rosa no domingo (31), em Panambi.
Conforme o presidente da SER Panambi, André Bernardo Weschenfelder, a sentença surpreendeu a todos. “Pensamos que seríamos absolvidos.”
André explica que houve uma mudança no regulamento em relação aos cartões amarelos no final da primeira fase. “A Federação enviou por e-mail, mas não recebemos. Nem no e-mail da SER e nem no meu particular. Tentamos de todas as maneiras provar que não havíamos recebido esse e-mail, mas infelizmente fomos condenados a perda de seis pontos”, lamenta.
Por isso, o presidente da SER Panambi convoca todos os torcedores para estarem presentes no campo do Piratini neste final de semana. “Vamos mostrar nossa força dentro de campo. Estamos fazendo uma excelente campanha, e nada vai nos impedir de ir para a fase de mata-mata”, conclui.