Procon de Panambi volta a alertar sobre o “Golpe da Lista Telefônica”


De acordo com a diretora do Procon de Panambi, Rosani Zachow, tudo começa quando o empresário, lojista ou administrador recebe uma ligação e, do outro lado da linha, uma pessoa aparentando ser simpática, informa que a ligação é apenas para confirmação de dados, que não há qualquer custo para tal. Em seguida, um fax ou email é enviado para a pessoa, que deve assinar para a tal “confirmação”.
Para Rosani Zachow, a questão é muito preocupante, pela abrangência nociva que pode ter. Ela explica que, após a assinatura da vítima, a empresa responsável pelo golpe começa a enviar boletos de cobrança, ameaças de protesto, SPC, Serasa e mais: “Eles chegam ao cúmulo de se identificarem como tabeliães de cartórios, falam que o pagamento pode ser feito por depósito bancário.
A diretora do Procon de Panambi, lembra que o consumidor deve ficar atento. Não pode aceitar qualquer contrato com anúncio publicitário em lista telefônica, a não ser que já conheça a empresa responsável, como acontece em nossa região. Se entrar no golpe, terá dificuldade de sair, devido ao terrorismo que é imposto”, revela Rosani.
Em caso de ameaças a recomendação de Rosani Zachow é para que a vítima registre a ocorrência na Brigada Militar ou Polícia Civil