Prefeito de Planalto diz ser inocente e que acusação é falsa


Em coletiva de imprensa realizada no início da tarde desta terça-feira, 15, o prefeito de Planalto, Antônio Carlos Damin, garantiu ser inocente das acusações de estupro de vulnerável. Ele relatou que a denúncia foi realizada em cima de uma afirmação falsa da jovem. Damin citou a frase “ela não fazia programa, porque se ela quisesse o prefeito pagaria R$ 1 mil”, como o motivador para que o Ministério Público gaúcho iniciasse o processo. Apesar disso, ele não especificou quem teria dito a frase.
Ainda conforme Damin, a família e a jovem vivem problemas familiares graves, incluindo separação e até uso de drogas. O prefeito também afirmou que o pai da menina chegou a agredir ela e que atualmente, a jovem está em uma casa de acolhimento do município.

Fonte: O Alto Uruguai