Digite sua busca

Destaque Publicar no APP Segurança - Locais

Polícia Civil conclui investigação de homicídio no Loteamento Alves Klasener

Compartilhar

O delegado de Polícia de Panambi, Gustavo Fleury, esteve na Rádio Sulbrasileira na manhã de terça-feira (13) para participar do programa “Alô, comunidade”. Durante a entrevista, informou que a Polícia Civil concluiu a investigação do homicídio ocorrido no dia 30 de março no Loteamento Alves Klasener Um. Emerson da Silva dos Santos, natural de Porto Alegre, foi morto com cinco tiros em frente a sua residência, na Rua Delibio de Castro, por volta das 4h30.

A investigação foi concluída na terça-feira (12). “Foi uma investigação bastante difícil, não tinha testemunha nem nada do gênero”, relata.

Conforme o delegado, a vítima, popularmente conhecida como Neguinho, era traficante e foi morto por um homem que está no presídio de Ijuí, onde comanda o tráfico e coordena execuções. “Conseguimos provas de que este indivíduo, conhecido como Fofão, foi quem ordenou a morte do Emerson, em razão da dívida que a vítima tinha com ele na ordem de R$ 15 mil”, afirma Fleury.

Os atiradores seriam de Porto Alegre e estavam residindo próximo à vítima, e estariam inclusive traficando com ela. Um deles teria 17 anos.

“Agora nosso foco é tentar elucidar o homicídio no Esperança”, afirma o delegado. Na madrugada do dia 9 de maio, Anderson Ruan de Oliveira Ochoa (24) foi morto a tiros em frente à residência de sua mãe, na Rua Cabo Verde, Bairro Esperança.

Final de semana intenso

Durante a entrevista, o delegado Gustavo Fleury falou sobre os crimes que ocorreram na região durante o último final de semana. “Foi bastante movimentado neste final de semana no que se refere a crimes graves. E nós, como delegados plantonistas na região, orientamos e coordenamos algumas ações”, afirmou.

Conforme Fleury, houve uma prisão em flagrante de um homem por estupro de vulnerável no municípios de Vista Alegre, no norte do Estado. O crime ocorreu na madrugada de sábado. A vítima era enteada do acusado e tinha 12 anos.

Já no domingo, houve um caso de feminicídio no município de Planalto. O delegado relatou que o acusado matou a esposa com um tiro na cabeça. O filho de um ano e meio do casal também foi atingido de raspão na cabeça, mas não corre risco de vida. O autor dos disparos foi preso pela Brigada Militar, que também localizou e apreendeu a arma utilizada no crime.

“Autuei ele por feminicídio consumado e uma tentativa de homicídio em relação à criança. Isso vai ser aprofundado agora, dentro do prazo legal, pelo delegado titular do município de Planalto, que vai recolher maiores detalhes e pode manter o entendimento que tive preliminarmente”, explica Fleury.

Tags:

Leia também