Digite sua busca

Destaque Publicar no APP Segurança Segurança - Regionais

Incêndio atinge presídio onde estão presas as acusadas da morte de Bernardo

Compartilhar

Um incêndio no Presídio Feminino Madre Pelletier deixou 26 pessoas feridas na manhã do domingo, 10, em Porto Alegre. Vinte e três feridas seriam presas e os outros três feridos seriam agentes penitenciários.
Conforme a Susepe, o incêndio teria começado por volta das 11h. Duas detentas teriam brigado e atearam fogo nos colchões uma da outra. As chamas se alastraram e invadiram outras celas.
As duas mulheres que brigaram tiveram queimaduras e estão em estado grave. Uma delas teve 30% do corpo queimado e a outra, 60%. Outras 21 detentas inalaram fumaça e já foram liberadas.
No Madre Pelletier, encontram-se presas Graciele Ugulini, madastra de Bernardo Boldrini, e Edilvânia Wirganovicz, acusadas de participação na morte do menino em abril de 2014.
Outros dois indiciados pelo crime também estão presos, Leandro Boldlrini, pai de Bernardo, na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas, e Evandro Wirganovicz, irmão de Edilvânia, no Presídio Estadual de Três Passos.
O julgamento do Caso Bernardo está marcado para o dia 11 de março, e será realizado no Salão do Júri da Comarca de Três Passos. Com início às 9h, a previsão é de que dure até sete dias.
Entenda o caso

Fonte:trespassosnews

Tags:

Comente esta notícia

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Próxima notícias