Digite sua busca

Destaque Publicar no APP Segurança Segurança - Locais

Dupla presa em Pejuçara estava com moto furtada em Panambi

Compartilhar

Os dois indivíduos presos em Pejuçara , na última terça-feira (08), podem ser os mesmos que praticaram dois assaltos na Agencia Lotérica Tira-Teima em Panambi, no final do ano passado.
A Suspeita recai pelo fato da motocicleta encontrada com os bandidos presos ser a mesma furtada no dia 10 de outubro, na Linha Jacicema, interior de Panambi.
Trata-se da moto Honda CG 125 que foi furtada da propriedade de Elson Diesel, conforme registro na DP de Panambi. O veículo recuperado na terça-feira (08) está com chassi e número do motor raspado e até mesmo sua cor foi alterada de vermelho para preta. A suspeita é de que esta moto foi usada nos ataques a Lotérica Tira-Teima.


De acordo com a ocorrência, na terça-feira, a Brigada Militar de Cruz Alta recebeu a informação que um Posto de Combustíveis, localizado na rua General Osório, foi alvo dos bandidos. Segundo informações obtidas, dois indivíduos armados estavam em uma motocicleta de cor preta e fugiram em direção ao município vizinho de Pejuçara.
Os policiais militares de Pejuçara com o apoio do POE – Pelotão de Operações Especiais de Cruz Alta fizeram buscas e localizaram os indivíduos que abandonaram a moto em um mato e tentaram fugir correndo mas foram capturados
Com os indivíduos D.S.M. de 24 anos e J.L.S.G. de 19 anos foi encontrado um simulacro de pistola, a qual foi apreendida. Eles foram recolhidos para o Presídio Estadual de Cruz Alta onde ficarão à disposição da Justiça. A motocicleta foi recolhida pelo Guincho do Detran – Marcon Panambi.

Em Panambi, a Lotérica Tira-Teima, localizada na Rua Sete de Setembro 457, centro da cidade de Panambi foi alvo de dois roubos em menos de um mês ao final do ano passado, quando dois indivíduos utilizaram uma motocicleta. Na primeira ocasião, a placa do veículo foi identificada através das imagens das câmeras de monitoramento como sendo da moto furtada na Linha Jacicema
As duas ações contra a Lotérica, dia 23 de novembro e 12 de dezembro, foram semelhantes quando dois indivíduos, tripulando uma moto, chegaram no estabelecimento. O caroneiro, armado de revólver desceu, entrou na agência e anunciou o roubo obrigando as atendentes a entregar o dinheiro que se encontrava nos caixas.

Fotos: Bruna Assinck

Tags: